Aprenda a ter ideias com facilidade e produzir conteúdo infinito com um processo criativo ágil

Philip Kotler, reconhecido como o pai do marketing e autor de vários livros que orientam os profissionais da área, diz que o marketing de conteúdo é a nova publicidade, e os rótulos são o novo bordão. Nesse cenário, empresas de todas as esferas da vida adotaram estratégias de produção de conteúdo. Com o advento do marketing de influenciadores, os criadores também precisam investir na produção contínua de conteúdo para crescer nas redes sociais. No entanto, como podemos ter criatividade ilimitada e criar com facilidade?

Qual é o segredo do conteúdo ilimitado?

Muitos acreditam que o segredo para criar conteúdo ilimitado está nessa criatividade inata. Os criadores são os favoritos de Deus, e eles vêem o mundo de uma maneira completamente diferente de nós, meros mortais. Eles criaram do zero, foram inspirados pelo oxigênio.

Bem, isso é o que o senso comum acredita, mas está longe da realidade. Mesmo o significado da criatividade não é bem compreendido pela grande maioria das pessoas.

Algumas pessoas podem ter mais facilidade no processo, mas a criatividade é apenas isso: um processo.

Processo criativo

O processo de criação de conteúdo que vamos ensinar hoje tem quatro etapas: inspiração, curadoria, criação e reciclagem.

1) Inspiração

  • A inspiração pode vir de uma notícia ou de um evento político, econômico ou social. Acompanhar o que está acontecendo no mundo deve ser um hábito constante: ao acordar, abra um portal de notícias e leia as últimas notícias e artigos. É importante pelo menos ler o título para avaliar seu interesse.
  • Consuma conteúdo de arte para exercitar a criatividade. Adquira o hábito de assistir a filmes e programas de TV, ler livros, ir a museus e exposições, etc. todos os dias. E, claro, produzir conteúdo artístico força sua mente a se desenvolver criativamente. Você não precisa saber pintar, mas pinte mesmo assim. Isso é o que separa o pensamento adulto e mais “quadrado” do pensamento ingênuo e fora da caixa. Não crie obstáculos, vá em frente! Sua idade não precisa podar você.
  • A produção de conteúdo digital obviamente exige que você esteja totalmente imerso no ambiente digital. Por exemplo, neste ponto do torneio, é ridículo que você ainda não tenha baixado o TikTok. As tendências tendem a surgir rapidamente e saturar rapidamente, então você deve aproveitá-las no auge e seguir as redes que elas criam.
  • Além da inspiração de todo o repertório sociocultural, você também pode direcionar sua busca de inspiração para o seu campo específico. Nesse sentido, existem algumas plataformas que podem te ajudar. O Feedly permite que você escolha quais portais seguir, enviando notificações sobre novidades e publicações sobre temas de seu interesse. Além disso, o Answer The Public permite que você pesquise palavras-chave e encontre perguntas feitas por usuários relacionadas a elas.

2) Planejamento

Se a busca por inspiração é contínua e as informações são recebidas diariamente, a organização de conteúdos relevantes para sua estratégia de marketing de conteúdo também deve ser feita regularmente.

Os números oferecem muitas maneiras de organizar. Cadernos móveis, agrupar-se consigo mesmo no WhatsApp e aplicativos como Trello e Notion podem ajudá-lo a salvar todos os seus pensamentos ao longo do dia.

Embora o digital esteja em alta, muitas pessoas ainda funcionam melhor com papel e caneta, e os planners são uma tendência. Independentemente do meio que você decidir utilizar, anotar é essencial para que, no momento de criação, a decisão da pauta não tome seu tempo.

3) Criação

Esse é o momento em que o exercício da criatividade é mais relevante. Para exercer o Marketing de Conteúdo com excelência e criar peças que retenham a atenção do público, pense em uma nuvem de palavras-chave que resumem seu conteúdo e procure fazer associações entre as palavras e o seu repertório sociocultural. Por meio dessas associações, você vai conseguir insights de itens visuais ou brincadeiras com palavras. A partir disso, comece a criar.

É importante ter em mente que nenhuma ideia é realmente ruim. Não tenha medo de ousar, sair da caixinha e fazer associações “idiotas”. As ideias precisam ser lapidadas e bem desenvolvidas, mas o ponto de partida pode vir de qualquer lugar.

4) Reciclagem

Apesar da criação já ter sido feita, o processo criativo não acabou. Um dos pilares principais para a criação de conteúdo infinito é a reciclagem. Portanto, repita conteúdos já publicados, testando uma nova linguagem e novos aspectos visuais. Assim, você gera maior compreensão para a sua comunidade atual, que vai receber a informação de formas diferentes e vai poder assimilar melhor o conteúdo e fixá-los em sua mente. Além disso, derive o seu conteúdo inicial, utilizando novos formatos e mídias. Por exemplo: um blog post pode virar um e-book, que pode virar uma publicação no Instagram, que pode virar uma live, que pode virar um vídeo no YouTube. A partir disso, você consegue amplificar o acesso dessas informações para outras audiências.

CONCLUSÃO:

A criatividade não é nada além de um processo, e todo processo pode ser estudado e compreendido. Portanto, siga o passo a passo do conteúdo infinito, comece agora mesmo a exercitar seu lado criativo e cresça nas redes sociais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.